quinta-feira, junho 08, 2017

TI V2N3 - LIÇÃO 13

O Perdoador


 OBJETIVO: Ensinar que Deus está desejoso de perdoar nossos pecados, mas precisamos arrepender-nos e ir a Ele em busca de perdão. Ao final da lição a criança deverá
SABER que Deus conhece todos os nossos pecados e tristezas e quer nos perdoar e dar alegria;
SENTIR o desejo de buscar a Deus quando cometer algum pecado;
RESPONDER buscando o perdão e a alegria de Deus.

VERSO PARA MEMORIZAR: “Jesus disse ao paralítico: ‘Tem bom ânimo, filho; estão perdoados os teus pecados’.” Marcos 9:2.

LEITURA AUXILIAR: O Desejado de Todas as Nações, págs. 267-268; Mc. 2:1-10.



RECURSOS NECESSÁRIOS: Conquistando a Atenção: (Opção A) lenços ou panos para amarrar as mãos; (Opção B) mochila com muito peso dentro; Lição: maquete - caixa de papelão em bom estado, boneco bem menor que a caixa, toalha com cordões amarrados em cada ponta, escada feita com caixas de fósforo, isopor ou “legos”; Aplicando: copiar figuras indicadas abaixo; Contando aos Outros: sacolinhas de TNT ou cópias da atividade abaixo para cada criança.


COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição: Com uma caixa de papelão, fazer uma maquete de casa palestina (como uma caixa): Tirar as tampas de um dos lados da caixa. Encapar a caixa com papel pardo. Desenhar as portas e janelas (se possível, recortá-las para que possam abrir e fechar). Colar varetas de pipa na parte sem tampa da caixa, para formar o “madeiramento” do telhado (deixar espaço suficiente entre as varetas para passar o boneco que você vai usar). Cortar as tampas da caixa (que foram arrancadas) em quadrados ou retângulos para formarem as telhas (pode-se usar EVA também). O tamanho das telhas vai depender do espaço entre as “madeiras” do telhado. Colocar as “telhas” sobre o madeiramento. Fazer uma escada ou rampa de acesso ao telhado, usando isopor, papelão ou caixinhas de fósforo. Quando contar a história, retirar uma parte do telhado para baixar o boneco.

Uma ideia muito boa para essa maquete você encontra AQUI, no blog da Tia Alê. Abaixo está uma das fotos. Vale à pena ir no blog e ver as sugestões de visuais e de lembrancinhas também.



Aplicando: Preparar cartazes com as figuras abaixo (ou outras, que julgar mais apropriadas).





Contando aos outros: Fazer uma cópia para cada criança.



MEMORIZANDO: [Ler o verso na Bíblia. Explicar as palavras difíceis e o sentido total do verso. Ensiná-lo usando os gestos sugeridos na lição:]
Quem pode perdoar pecados – [expressar dúvida, encenar você segurando um fardo]
senão Deus – [levantar as mãos para o alto.]
Marcos 2:7 – [juntar as mãos e abri-las, como um livro]


CONQUISTANDO A ATENÇÃO:
Opção A: [Amarrar para trás as mãos de duas crianças com um lenço ou pano, sem apertar muito. Pedir então que elas virem as folhas de um livro sem usar as mãos. Dar o tempo necessário, soltá-las e pedir-lhes para sentar. Perguntar:] O que vocês sentiram ao se acharem incapazes de usar os braços? [Dificuldade, tristeza.] Vocês conhecem alguém que é paralítico de pernas ou de braços? Nossa lição de hoje é sobre um homem muito doente, que além disso estava muito triste por ter pecado.
Opção B. [Mostrar uma mochila escolar bem pesada. Pedir que às crianças venham e tentem carregá-la. Se houver muitas crianças, preparar mais de uma mochila. Deixar que elas a carreguem só por um pouco. Tirar das suas costas, dizendo:] “Isto é muito pesado para você, deixe que levo”. [Depois perguntar:] Foi fácil carregar esta mochila? Como vocês se sentiram ao carregá-la? E quando eu me ofereci para levá-la? Se vocês carregassem esta mochila por muito tempo como ficariam? [Cansados e talvez doentes.] Existe algo que é pior que carregar uma mochila pesada: carregar nossos pecados. Nossa história de hoje é sobre um homem que de tanto pecar ficou muito doente e triste.

LIÇÃO: [Colocar a casa palestina no chão, à sua frente. Colocar a escada ou rampa ao lado da casa.  Guardar o boneco, a toalha e os cordões dentro de outra caixa ou sacola. Dizer:]
Jesus estava em Cafarnaum e logo a cidade toda ficou sabendo disso. Centenas de pessoas foram procurar Jesus para serem curadas. Como ninguém sabia quanto tempo Ele ficaria em Cafarnaum, estavam todos com pressa de encontrá-Lo. Rapidamente a casa onde Jesus estava ficou cheia. E as pessoas continuavam chegando. Não havia mais espaço para ninguém entrar. As pessoas que chegavam ficavam nas portas e janelas. E era tanta gente que queria ouvir Jesus que a casa ficou cercada por uma multidão.
  Um homem doente, que era paralítico, queria muito ver Jesus. Ele não conseguia ficar em pé, nem andar. Além disso, sentia muita tristeza porque sabia que estava doente assim por causa de seus pecados. Ele tinha feito tanta coisa errada, carregado durante tanto tempo seu fardo de pecados [pegar uma mochila pesada, fazendo força, e colocá-la nas costas] que seu corpo adoeceu. Já havia tentado tanta coisa, procurado tantos médicos... Mas ninguém, nem os médicos e nem os sacerdotes, conseguiram ajudá-lo. Seus pecados ficavam cada vez mais pesados e ele cada vez mais doente.
  Um dia, ouviu falar de Jesus e seus milagres. Ele ficou todo animado. Havia alguém que podia ajudá-lo! Esse alguém era o Filho de Deus. “Preciso ver Jesus imediatamente”, pensou, “mas como?” Ainda bem que ele tinha alguns amigos muito bons. Seus amigos resolveram levá-lo até Jesus. Colocaram-no em uma maca e o levaram onde estava Jesus. Mas quando chegaram lá, não puderam entrar. Era tanta gente que não dava nem para ver Jesus. Eles pediram licença, mas não adiantou nada. Ninguém se afastava para ele passar. O doente ficou muito triste, mas não queria desistir de encontrar Jesus. Então ele olhou para o telhado da casa e pensou: “O único modo de chegar até lá vai ser pelo telhado. Vai dar trabalho, mas vale à pena.” Seus amigos ficaram com muita pena dele e resolveram fazer isso. Subiram pela escada lateral da casa [subir com seus dedos pela escada] e começaram a tirar algumas telhas para fazer um buraco. Lá dentro as pessoas começaram a escutar aquele barulho diferente. Quando olharam para cima, perceberam que alguém estava fazendo um buraco no telhado. [Abaixar um lado da tampa da caixa.] Os amigos do paralítico amarraram umas cordas na cama do paralítico [pegar a toalha com os cordões, colocar o boneco dentro] e o desceram pelo buraco, bem na frente de Jesus. [Descer o boneco para dentro da caixa.] Jesus sabia que aquele homem queria falar com Ele e sentiu muito desejo de ajudá-lo. Olhando para o rosto triste do homem, Jesus disse: “Filho, tem bom ânimo. Perdoados estão os teus pecados.” Neste momento, o grande peso de pecados caiu das costas do homem. [Soltar a mochila para que caia no chão.] Seu rosto ficou radiante de felicidade. Toda a dor passou, e ele ficou curado!
  Os inimigos de Jesus quando ouviram isso começaram logo a pensar mal dele. Como não acreditavam que Jesus era o Filho de Deus, achavam que Ele não podia perdoar pecados. Jesus leu seus pensamentos e disse: “Por que vocês pensam mal em seus corações? Porque, que é mais fácil dizer: Teus pecados estão perdoados, ou dizer, levanta-te e anda?” Então Jesus disse ao homem: “Levanta, toma tua cama e vai para tua casa.” O homem curado saltou de alegria. [Dar um pequeno salto, vibrando.] Tomou sua cama e foi para casa louvando a Deus! Ele estava radiante porque seus pecados estavam perdoados e seu corpo curado da enfermidade.
  Quando o homem chegou curado a sua casa, abraçou sua família, muito emocionado, e contou como Jesus o havia curado. Eles nem podiam acreditar: o pai era tão pálido e doente, e agora estava com o rosto corado e o corpo bem forte. Eles o abraçaram chorando de alegria e cantaram hinos de agradecimento a Jesus. Com muita alegria, se tornaram Seus discípulos e falaram de dEle às outras pessoas. Eram tão gratos que estavam dispostos até mesmo a morrerem por Ele.

REVISANDO: [Fazer um círculo com as crianças. Passar a “cama” (esteira ou toalha) de mão em mão, enquanto cantam o corinho. Parar a música. Quem estiver com a “cama” deve responder uma pergunta.]

1. Em que cidade Jesus estava? Cafarnaum.
2. Por que o doente queria ver Jesus? Ele queria ser perdoado e curado.
3. Que pedido o doente fez a seus amigos? Que o levassem até Jesus.
4. Por que ele não conseguiu entrar na casa onde Jesus estava? Por causa da multidão.
5. O que Jesus lhe disse? “Os teus pecados estão perdoados.”
6. Que maus pensamentos os inimigos de Jesus tinham? Que Ele não podia perdoar pecados.
7. Como a família do paralítico ficou com esse milagre? Muito agradecida.



APLICANDO: [Dizer:] A mãe de Márcia sempre a ensinou a respeitar os colegas. Mas, um dia, uma colega da classe, que era muito pobre, apareceu com o tênis furado. Márcia riu dela e mostrou o buraco no tênis para toda a classe.  Quando a garota começou a chorar, percebeu que ela não deveria ter feito aquilo e ficou muito triste por ter sido tão malvada. Então, pediu perdão à colega e prometeu não fazer mais aquilo. Mas ela ainda se sentia mal. Então, pediu  perdão a Deus por seu pecado. Será que Ele pode perdoar Márcia? E você, alguma vez já foi malvado ou desobediente? Já brigou com alguém, já mentiu ou fez birra? Tudo isso é pecado. Tudo isso tira a felicidade. Tudo isso entristece a Deus, suja nosso coração e faz a nossa consciência ficar muito pesada, mais que essa mochila aqui. [Fazer força para levantar a mochila.] Além disso, o castigo para o pecado é a morte, a separação total de Deus. Como podemos ser felizes outra vez? Como pagar o castigo para o nosso pecado? Será que alguém pode fazer isso? [Mostrar os cartazes ao perguntar:] Quem pode morrer por nossos pecados? A mamãe não pode. O papai não pode. Cristo Jesus. Ele pode! Quem pode nos livrar do peso dos pecados? [Colocar a mochila pesada outra vez.] A mamãe não pode. O papai não pode. Cristo Jesus! [Deixar cair a mochila.] Ele pode! 

CONTANDO AOS OUTROS:
Opção 1: [Dar uma sacolinha de TNT para cada criança. Dizer:] Levem para casa esta sacolinha. Encham a sacolinha de pedras e contem para alguém a história do fardo de pecados do paralítico. Esvaziem a sacolinha  para mostrar como Jesus aliviou o sofrimento do paralítico, perdoando seus pecados e curando sua doença.
Opção 2: [Dar uma cópia da atividade da página 99 para cada criança. Deixar que pintem e numerem as figuras na ordem certa. Se preferir, entregar recortada, um conjunto de figuras para cada criança. Elas devem pintar e, quando contarem a história a alguém, devem colocar as figuras em ordem.]

ENCERRAMENTO: [Cantar. Juntar as crianças ajoelhadas junto a si. Dizer:] Agora vamos orar a e pedir que Jesus tire o nosso peso de pecados do coração. [Orar:] Querido Pai do Céu, temos feito muita coisa feia, que trouxe tristeza. Por favor, perdoa-nos e livra-nos do peso dos pecados. Faça-nos bondosos e obedientes e limpe nosso coração com o sangue de Jesus. Em seu nome, Amém.

ENSAIO PARA A APRESENTAÇÃO DO PRÓXIMO SÁBADO (até 10 minutos).




Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!